O FATOR MOURÃO 4: O general, o escudo, a espada e a sugestão óbvia de uma espécie de tutela

Publicada: 06/12/2018 - 7:16


Nesta quarta, depois de ter ouvido a recomendação de Bolsonaro para ser mais contido, o vice-presidente resolveu demonstrar que é fiel àquele que será o titular da Presidência. Disse que será o escudo e a espada do presidente. E explicou, não que fosse necessário: o escudo é o que protege, e a espada, a que ataca. Como as palavras fazem sentido, o que se nota aí e que se trata de uma espécie de tutela.
Continua aqui

Recomendado para você