O mundo assiste a uma “fake news” que é, de fato, histórica: o encontro entre Trump e Kim Jong-un. Documento sobre acordo é uma fraude

Publicada: 13/06/2018 - 7:28


Kim e Trump se cumprimentam para celebrar acordo que não existe . De histórico mesmo nesta terça, só a maior “fake news” de que se tem notícia

O mundo assistiu a uma especialíssima manifestação de “fake news” nesta terça-feira, que a imprensa, Brasil e mundo afora, ousou classificar de “encontro histórico”. O presidente dos EUA, Donald Trump, e Kim Jong-un, o tirano norte-coreano, se reuniram em Singapura e celebraram o que se está chamando, também de modo inapropriado, de “acordo”. Leiam os termos do entendimento. Não há nada de relevante no documento. Se querem saber, o texto é a cara de Trump. Se querem saber, o texto é a cara do retaco homicida.
Continua aqui

Recomendado para você


Comentários