OS BOLSONAROS E O MOTORISTA 9: Deputados do PT recorrem a Raquel Dodge para que se investigue o caso; Coaf ficará com Moro, subordinado de Jair

Publicada: 07/12/2018 - 7:55


Informa Mônica Bérgamo na Folha:
“Os deputados Paulo Pimenta (PT-RS) e Paulo Teixeira (PT-SP) propuseram nesta quinta (6) à PGR (Procuradoria-Geral da República) uma representação criminal” contra Flávio e Michelle Bolsonaro. Eles pedem que a procuradora-geral Raquel Dodge aprofunde investigações “acerca da origem e destinação” de R$ 1,2 milhão que foram movimentados” por Queiroz.”

Bem, é evidente que a oposição a Bolsonaro iria reagir. Corriqueiro, com efeito, o fato não é. Ninguém ainda é culpado de nada. E, se alguém acha que R$ 1,2 milhão é dinheiro de pinga, cabe lembrar que Lula, um ex-presidente da República, está na cadeia porque o tal tríplex de Guarujá foi considerado pagamento de propina: estava avaliado em R$ 1,8 milhão e acabou leiloado por R$ 2,2 milhões. A sentença foi dada por Sérgio Moro, que vai comandar o Coaf, que identificou a movimentação suspeita do motorista de Flávio, filho de Jair, que será chefe de Moro.

Recomendado para você