O erro de FHC 3: Ex deveria se perguntar por que ficou fora das campanhas de 2002, 2006 e 2010

Tucanos pisaram na cabeça de Aécio Neves e defenderam até a sua expulsão do partido quando Janot mobilizou a sua máquina contra o senador, nas condições conhecidas. E ele nem réu é ainda. O PT elegeu a ré Gleisi Hoffmann presidente da legenda

Publicada: 07/11/2017 - 9:31


Ao receber faixa de FHC, em 1º de janeiro de 2003, Lula lhe derruba os óculos: dificuldades para enxergar

O FHC de agora deveria se lembrar do presidente de 2002. Todas as pesquisas indicavam, então, que associar o candidato do PSDB ao governo era garantia de derrota. E ele ficou longe. Com derrota garantida! Por causa disso? A minha resposta é “não”. Então que participasse.

Aquele que venceu Lula duas vezes no primeiro turno (1994 e 1998) ficou fora também das campanhas de 2006 e de 2010. Saibam que, no governo do doutor, havia 5 milhões de famílias atendidas por múltiplos programas de assistência, que Lula reuniu depois sob uma só rubrica: “Bolsa Família”. Incluiu mais cinco milhões e reivindicou a autoria de 10 milhões. O PT venceu mais três eleições. Em 2002, o PSDB tinha vergonha do que considerava assistencialismo…

Lula não teve medo de ser feliz ou de anunciar a felicidade alheia.

Como se nota, FHC conheceu precocemente os efeitos da receita que ele mesmo recomenda agora. Sinal de que, estivesse em lugar distinto em 2002, 2006 e 2010, teria agido da mesma maneira com um presidente tucano que, por virtuoso que fosse, não era lá muito popular — e não é até hoje, diga-se, o que é de uma injustiça fabulosa.

FHC tem, para citar um seu amigo, “uma certa herança marxista”. Mas marxista não é. Conhece Weber e Durkheim. Talvez devesse refletir a respeito do peso que têm a lealdade e a coragem na política, ainda que tais virtudes possam estar presentes também entre os nem tão puros. Sabemos como pureza não é um traço distintivo de seus adversários petistas.

Vai aqui uma dica a um sábio — e é claro que não se trata de uma ironia.

Tucanos pisaram na cabeça de Aécio Neves e defenderam até a sua expulsão do partido quando Janot mobilizou a sua máquina contra o senador, nas condições conhecidas. E ele nem réu é ainda. O PT elegeu a ré Gleisi Hoffmann presidente da legenda. Não estou propondo que tucanos tratem tucanos à moda como petistas tratam petistas. Não acredito que os companheiros sejam um exemplo virtuoso.

Se os tucanos, no entanto, conseguirem não se comportar como petistas no trato com outros tucanos e aliados, acreditem, já seria um grande passo. Mas isso é lá com eles. Não me meto na economia interna dos partidos. O que me impressiona é que um intelectual da envergadura de FHC embarque nessa canoa furada.

Sim, ele já venceu Lula duas vezes no primeiro turno, antes de o PT aprender o caminho objetivo da roça. Depois disso, os tucanos já tomaram quatro surras eleitorais. E tomariam uma quinta se as eleições tivessem sido antecipadas, como chegou a sugerir FHC.

Erros de pessoas inteligentes. Napoleão achou que era uma boa ideia invadir a Rússia. Acreditou no seu Exército e não acreditou no inverno, tão prosaico por aquelas bandas…

Recomendado para você


Comentários