Wesley Batista é confundido com Joesley e vaiado em churrascaria

Publicada: 12/03/2018 - 17:44


Já comentei aqui no blog, em ocasiões várias, como desaprovo esse tipo de manifestação, que beira o fascismo. Desde o episódio em que Joesley Batista se articulou com a PGR para denunciar o acordo que não houve entre Temer e Cunha e suas atrapalhadas gravações, acusei o mal que essa tramoia fez ao país. Na Folha:

Vídeos que circulam na internet mostram o empresário Wesley Batista, sócio da JBS, sendo hostilizado por clientes em um restaurante no Itaim Bibi, bairro da zona sul de São Paulo. Segundo o estabelecimento, a manifestação aconteceu na tarde deste domingo (11), durante o horário do almoço. O empresário deixou o local logo após o ato.

Wesley está em liberdade desde 21 de fevereiro, após habeas corpus concedido pelo STJ (Supremo Tribunal de Justiça), no caso da prisão por insider trading, uso de informação privilegiada para manipular o mercado de ações.

No restaurante, o empresário foi confundido com o irmão, Joesley Batista,  dono da J&F,  ​​solto na sexta-feira (9) após decisão da Justiça de Brasília. Os clientes gritaram “fora, Joesley”, “ladrão” e “palhaço”.

A assessoria de imprensa da JBS e a defesa de Wesley Batista disseram que não falarão sobre o assunto.

Recomendado para você


Comentários